Os dias de sol voltaram, mas com eles vieram também as baixas temperaturas por todo o país. Por mais camadas de roupa que utilizemos ou aquecedores que liguemos em nossa casa, nem sempre conseguimos evitar a chegada da gripe. Febre, dores de garganta, nariz entupido, dores musculares… já sabemos como é difícil aguentar este vírus, principalmente quando nos impede de realizar as tarefas que tínhamos planeado.

Contudo, mesmo que a gripe nos volte a atacar e que este seja um cenário que se repete várias vezes ao longo dos meses frios do ano, nem sempre precisamos de medicamentos para a combater. Como se trata de um vírus, o uso de antibióticos é completamente desaconselhado, pois estes só servem para combater bactérias e só devem ser tomados com a prescrição do médico.

Se, por um lado, temos as pastilhas para a garganta ou os analgésicos e anti-inflamatórios, por outro, temos também os alimentos naturais para nos ajudar a evitar os químicos e para pouparmos mais dinheiro na farmácia. A juntar a estes alimentos, basta seguirmos – de forma regrada – alguns hábitos saudáveis para ajudar o nosso corpo a restabelecer-se e a voltar à normalidade.

Não sabe do que estamos a falar? Então explore o top 10 de remédios naturais rápidos e eficazes para ajudar a combater a gripe.

 

  1. Chá quente

 O chá é um dos melhores amigos do nosso corpo e é o “remédio para todos os males”. Mesmo que não esteja com disposição para beber em grande quantidade, procure inalar ou bebericar o chá. Ele vai ajudar a aliviar a congestão nasal e evitar que fique desidratado.

Chá preto e chá verde são os melhores parar curar a gripe, devido às suas propriedades antioxidantes.

 

  1. Vitamina C

 Escusado será dizer que deve evitar o sol, certo? No entanto, existem diversas fontes de vitamina C, como é o caso de algumas frutas cítricas – por exemplo, a laranja, a tangerina e a clementina. Estes alimentos vão ajudar o seu corpo a ganhar as defesas que precisa e há quem acredite que alivie os sintomas da gripe.

 

  1. Água com sal

 Misturar umas pedrinhas de sal na água e gargarejar de seguida vai ajudar a diminuir o desconforto e a inflamação da garganta, que é, muitas vezes, um dos locais mais sensibilizados e afetados pela gripe. Esta combinação simples também ajuda a remover as secreções presentes na garganta, diminuindo o risco de uma infeção. Experimente gargarejar quatro vezes por dia para “acalmar” a sua garganta.

 

  1. Alho

 Sabemos que “alho” e “hálito agradável” não combinam, mas, a verdade, é que o alho é um dos alimentos indicados para combater os germes. Aliás, tem também um efeito de prevenção, ajudando a reduzir o aparecimento da gripe. Desta forma, experimente adicionar mais alho às suas refeições e, se possível, tente comê-lo diariamente, misturando com outros alimentos. Vai ficar melhor e ainda dar mais sabor à sua comida.

 

  1. Canja de galinha

 A canja já faz parte do menu principal de pratos que comemos quando estamos doentes. Mas, a verdade, é que muitos acabam por comer este prato devido aos alimentos dietéticos e sem gorduras que o compõem. No entanto, as propriedades curativas da canja de galinha vão muito mais além: inalar o vapor da sopa alivia a congestão nasal e o facto de ser à base de água faz com que não fiquemos desidratados.

  1. Mel

O mel é aquele alimento natural que pode ser conjugado com inúmeros pratos e que, apesar de ser doce, é um dos alimentos recomendados para melhorarmos a nossa saúde, devido às suas propriedades antioxidantes e ao facto de ser rico em energia e nutrientes. No caso da gripe, o mel torna-se muito importante, especialmente para quem tem a garganta inflamada, pois o facto de ser também anti-inflamatório vai fazer com que a mesma volte ao seu estado normal rapidamente.

 

  1. Inalar vapor com eucalipto

Preparar esta solução de água quente com eucalipto vai ajudá-lo a desentupir mais facilmente as vias respiratórias, fluidificando as secreções nasais. Para além disso, o cheiro a eucalipto é refrescante e vai proporcionar-lhe uma sensação de alívio.

Para fazer as inalações, ferva meio litro de água e coloque 3 gotas de óleo de eucalipto. Repita este processo várias vezes ao longo do dia.

 

  1. Beber (muita) água

A água é muito importante para manter as secreções mais fluidas e fáceis de eliminar, e também ajuda a manter o nosso corpo hidratado, principalmente quanto temos picos de febre. Por isso, não se esqueça de beber 2 a 3 litros de água por dia para se manter sempre hidratado. Se preferir, pode adicionar uma folha de hortelã à água para lhe dar mais sabor.

  1. Não combater a febre

Ao contrário do que se possa pensar, a febre é benéfica para o nosso corpo. Ela atua como um mecanismo de defesa, uma vez que o aumento da temperatura faz com que o corpo consiga combater a gripe. Por isso, procure manter-se sempre hidratado e só se estiver a sentir-se mesmo muito indisposto é que deve recorrer aos medicamentos.

 

  1. Descanso

Este é um dos passos mais importantes para o nosso corpo voltar à normalidade, pois as gripes costumam deixar-nos sem forças e completamente doridos. Para se curar rapidamente, fique em casa a descansar e aproveite para repor as suas horas de sono perdidas. E não se esqueça de se manter quente.