A 12 dias de uma das noites mais aguardadas do ano, fazemos-lhe a pergunta: já comprou todas as prendas para a família e para os seus amigos? Se a resposta é negativa, não desespere, pois confessamos-lhe que ainda vai a tempo.

Época de exames, relatórios e contas para fechar o ano, jantares de “amigo secreto” ou da empresa…. Sabemos que esta altura é muito preenchida e, por isso, nem sempre é fácil de encontrar o tempo e a disposição certas para agarrar na lista de presentes e aventurar-se num centro comercial. No entanto, esta tarefa pode ser mais fácil do que realmente aparenta e, muitas vezes, é só ter uma estratégia bem definida e planeada para demorar menos tempo possível nas compras.

Uma vez que o Natal é uma época cheia de partilha e significado em família, já que vamos oferecer presentes, então estes também devem refletir esse significado e não devem ser comprados à pressão – mesmo quando faltam poucos dias. Para além disso, não são os grandes presentes ou os mais caros que fazem a diferença, mas sim o facto de serem pensados idealmente para aquela pessoa, simbolizando que a conhecemos bem e que o presente reflete os seus gostos.

Assim sendo, e para que possa passar mais tempo a pensar nas pessoas e não nas horas que vai passar nas filas à espera para pagar, trazemos-lhe algumas das opções para comprar as últimas prendas de Natal, sem grandes esforços e ainda poupando na carteira.

  1. Comprar online

 Pode parecer um cliché, mas a verdade é que as compras online nos facilitam muito a vida e nos ajudam a poupar tempo e dinheiro. Primeiro, porque não precisamos de gastar dinheiro em transportes ou em gasolina para nos deslocarmos até ao centro comercial. Segundo, porque, muitas vezes, as lojas fazem descontos especiais online que não encontramos na loja física. E o melhor, é que evitamos filas, confusões, dificuldades em estacionar e as prendas vêm ter diretamente a nossa casa.

E ainda há o packaging: para poupar, muitas lojas decidem adotar políticas sustentáveis no Natal e não fazem embrulhos. Já quando encomendamos online, há sempre um invólucro para cobrir os artigos e, por isso, podemos utilizar esse papel como embrulho. Vai depender de cada marca, mas muitos acabam por ser bonitos.

No entanto, tente comprar o mais rápido possível para garantir que o artigo que mais deseja ainda está disponível (faça refresh à página várias vezes!) e que chega a tempo. Mas a 12 dias do Natal, acreditamos que ainda tenha sorte.

 

  1. Mercados de Natal

 Para além de trazerem uma nova vida e magia às ruas, os mercados de Natal são uma excelente opção para comprar prendas de Natal. Se tem um perto de sua casa, então já sabe onde deve ir. Vai encontrar muitos produtos diferentes, desde vestuário a receitas gastronómicas típicas de várias regiões do país, e assim terá menor probabilidade de oferecer uma prenda repetida.

Nos mercados de Natal vai poder deparar-se com prendas originais e, muitas vezes, mais em conta, podendo até negociar ou comprar aqueles packs de “leve 3, pague 2”. Para além disso, estará a apoiar o comércio local, o que também é muito importante para o nosso país.

  

  1. Presentes handmade

 Tem aquele amigo super criativo com jeito para pintar ou cozer? Esta é a altura perfeita para voltar ao contacto. Às vezes, temos à nossa volta amigos ou conhecidos com projetos individuais bastante interessantes e criativos, e que podem ser uma excelente ajuda para esta época natalícia.

Para além de serem exclusivos e feitos à mão, vai poder ajudar o projeto ou o talento do seu amigo a crescer. E temos a certeza que não se vai arrepender!

 

  1. Prendas personalizadas 

Para evitar as filas e a questão “será que ele vai gostar disto?”, as prendas personalizadas podem ser a solução. Pegue em fotografias, em letras de músicas ou frases inspiradoras e vá até um centro de impressão ou uma gráfica para dar vida à sua criatividade.

Aqui, poderá imprimir em canecas, quadros, molduras ou até em tecido, o que poderá resultar em prendas originais e económicas.

 

  1. DIY – Do it yourself

 E porque não fazer você próprio de raiz os presentes? Se nada mais funcionar ou se gostar de se aventurar nos trabalhos manuais, há sempre este plano B. Procure por casa tudo aquilo que poderá ser útil para fazer presentes e seja criativo.

Pode utilizar recordações que trouxe de viagens, conchas que apanhou na praia, bilhetes de concertos onde foram juntos… utilize objetos com significado e construa o presente ideal. Acabará sempre por ser mais económico e talvez consiga poupar algum tempo na sua produção.

E não se esqueça: tudo o que é feito por nós terá mais valor – e é esse o verdadeiro sentido do Natal.